[ editar artigo]

3 erros que os criadores de conteúdo em vídeo cometem e não deveriam

3 erros que os criadores de conteúdo em vídeo cometem e não deveriam

Todo criador de conteúdo em vídeo já passou por alguma crise existencial com seu trabalho - mesmo que esteja no início dessa jornada e independente de qual plataforma utiliza. Muitas vezes por autossabotagem, outras por falta de técnica ou falta de planejamento. E quando digo isso não me refiro à grandes equipamentos ou investimentos financeiros. Ter técnica, confiança e conhecimento te ajudará a não cometer os erros que eu vou te contar agora.

Observação: não vou focar na parte de equipamentos porque, acredite, essa etapa vem só depois dos itens abaixo. Segura na minha mão e vamos ler os 3 erros que os criadores de conteúdo em vídeo cometem e não deveriam:

criador de conteúdo em vídeoFoto: Terje Sollie, Pexels

1. Falta de clareza: "o que eu vou postar amanhã?"

Esse é um dos erros mais comuns: a falta de clareza no conteúdo, no propósito e/ou na audiência.

Quando fazemos algo apenas por fazer, só porque o outro faz e parece dar certo pra ele, ou simplesmente porque achamos que gostamos mais ou menos daquilo, fica extremamente difícil passar autenticidade.

Sempre corri atrás para saber o que é essa tal de autenticidade. Pra mim parecia óbvio que eu preciso ser eu mesma. Mas se trata muito mais do que colocar o seu jeito em tudo. Se trata de falar de algo que você ama, que você estude sempre e tenha muito conhecimento sobre.

Sabe aquela sensação de "não sei o que eu vou gravar para amanhã" ? Em algum desses pontos está seu erro, precisa focar nele para continuar seu conteúdo com qualidade.

 

Como encontrar clareza, então?

Primeiro saiba no que você é bom, tem tesão e autoridade para falar sobre. Depois disso: PESQUISE.

Se você ainda não começou seu negócio em vídeo, comece pesquisando com os amigos. E sempre pesquise no Google, Google Trends, no YouTube e nas ferramentas de palavras-chave para entender o que as pessoas estão buscando.

Se já começou use todos esses pontos e mais a opinião da sua audiência (sim, se você tiver 1 seguidor/inscrito essa pessoa é sua audiência).

Importante! Não adianta falar sobre as baratas albinas do Alasca em tempos de tempestade se não há nenhuma pesquisa sobre isso (exemplo fictício, não pesquiso sobre baratas kkk).
 

2. Não começar: "ah não comecei porque ainda não está bom o suficiente, estou esperando"


Uma coisa que aprendi com Sean Cannel - autoridade na área do vídeo marketing - é que nada será perfeito no começo.

Sabe aquela história de que vc precisa fazer coisas x e y antes de começar? Não precisa de nada mirabolante. O que você precisa é começar. GRAVE HOJE! Só assim você começará a se familiarizar com a câmera e conseguirá parar de se julgar.

Se você tem medo ou vergonha, comece gravando stories no Instagram e poste. Às vezes o feedback das pessoas também te ajudar a aperfeiçoar sua didática.

Importante! Você não precisa do melhor equipamento, porque aí sim será perfeito. Você não precisa esperar o dia em que a espinha não está no seu rosto. Você precisa do que você já tem em mãos e de foco no conteúdo.
 

3. Falta de prática: "só vou postar de novo quando estiver perfeito"

Não adianta postar um vídeo e achar que o próximo ficará perfeito, ou achar que se ele não estiver perfeito você não poderá postar. Eu sempre digo: antes feito do que perfeito. Nós sempre precisamos estar ativos, praticando, testando, mudando, fazendo de novo, continuando...

ALERTA: não use isso como desculpa pra fazer conteúdo ruim, ok? Não é para postar "qualquer coisa".

Se você não treina e não entende seu processo, como você vai saber para onde está indo? Juntando a falta de prática à clareza - do primeiro tópico deste artigo, entendemos que se você não sabe qual o destino almejado, qualquer caminho serve, não é? E um caminho qualquer traz um resultado qualquer.

Grave e poste seus vídeos! Quanto mais vídeos você fizer, mais experiência e prática você adquire. Esse é um processo eterno, como é na vida. Afinal, se a gente muda, imagine nosso conteúdo?!

 

Estamos juntos nessa! E como criadora de vídeos que sou, também vou continuar cometendo erros. E isso me permite aprender para não errar mais da mesma forma - e vai acontecer de errar de outras formas. Mas estou disposta a aprender para criar conteúdos em vídeos cada vez melhores.

Como criar conteúdo em vídeoFoto: Daria Shevtsova, Pexels

Esses são apenas 3 erros que os criadores de vídeo cometem e não deveriam. Sei que existem outros, mas espero que essas dicas ajudem na sua jornada, independente se você cria vídeos para o YouTube ou redes sociais como Instagram, Tiktok, etc.

E depois de saber tudo isso, tendo clareza do que você pode ensinar, existem alguns tópicos que você pode abordar dentro do seu nicho e que vão te ajudar a passar a mensagem que você quer e ser útil para a audiência, assim como ferramentas, técnicas e ideias de conteúdo.

Criar conteúdo é um trabalho, que demanda tempo, estudo e foco. Mas tem coisa melhor do que trabalhar com algo que você ama fazer, um assunto que você ama falar, e algo tão conectado com seu propósito?

Dê atenção para a técnica e a estratégia do seu trabalho e conte comigo nessa caminhada.

Se quiser saber mais, darei uma aula online gratuita no dia 19/11 (quinta-feira) às 19h30 sobre Como criar conteúdo em vídeo, com dicas práticas de formatos que você pode utilizar, independente da plataforma em que você esteja.

Para quem se inscrever por aqui até o dia 19/11/20 no horário da aula, receberá o material apresentado + um bônus exclusivo com ideias de títulos para seus vídeos (você pode adaptar para o seu nicho!!). 

Clica aqui para se inscrever!

 


 

Leia também:

7 dicas (além do óbvio) para você crescer como criador de conteúdo digital

 

Viva de Conteúdo
Marina Nagamini Maschi
Marina Nagamini Maschi Seguir

Sou formada em Rádio, TV e internet e pós graduada em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo SENAC. Trabalho há 3 anos com vídeo marketing e há 6 criando conteúdo em vídeo. Trabalhei com Camilo Coutinho e participei de eventos da VidCon 2018.

Ler conteúdo completo
Indicados para você